Elizabeth Jobim nasceu em 1957 no Rio de Janeiro.

 

 

Formou-se em Comunicação Visual na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC/RJ), em 1981, e fez mestrado em Artes Plásticas (MFA), na Escola de Artes Visuais de Nova Iorque. Lecionou Desenho e Pintura na Escola de Artes Visuais do Parque Lage (Rio de Janeiro), em 1994 e em 2010. Entre as suas exposições coletivas, destacam-se: Salão Nacional de Artes Plásticas, no Museu de Arte Moderna (Rio de Janeiro, 1982/1983); Como vai você Geração 80?, no Parque Lage (Rio de Janeiro, 1984); Rio hoje, no Museu de Arte Moderna (Rio de Janeiro, 1989); Panorama da arte atual brasileira, no Museu de Arte Moderna (São Paulo, 1990); Arte contemporânea brasileira, na Galeria Nacional de Belas Artes (Pequim, China, 2001); Caminhos do contemporâneo – 1952/2002, no Paço Imperial (Rio de Janeiro, 2002) e 5ª Bienal do Mercosul (Porto Alegre, 2005); Art in Brasil 1950-2011 - Europalia 2011, no Palais des Beaux-Arts, (Bruxelas, 2011); (de)(re)construct, no Bronx Museum of the Arts (Nova Iorque, 2015); Mulheres na Coleção, Museu de Arte do Rio (Rio de Janeiro, 2018). Entre as individuais: Pinturas e desenhos, na Galeria Raquel Arnaud (São Paulo, 1997); Aberturas, no Paço Imperial (Rio de Janeiro, 2006);  Endless lines, na Lehman College Art Gallery (Nova Iorque, 2008); Em azul, na Estação Pinacoteca, (São Paulo, 2010); Blocos, no Museu de Arte Moderna (Rio de Janeiro, 2013); In This Place, Henrique Faria Fine Art (Nova Iorque, 2017); Ensaios, Galeria Raquel Arnaud (São Paulo, 2018); Jazida, Museu do Açude (Rio de Janeiro, 2018), Variações, no Paço Imperial (Rio de Janeiro, 2019); Frestas, Lurixs (Rio de Janeiro, 2019). Possui trabalhos em coleções públicas como Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Museu de Arte Moderna de São Paulo, Museu de Arte do Rio, Pinacoteca do Estado de São Paulo e Bronx Museum of the Arts.