A escolha do artista na Coleção Roberto Marinho

 

A exposição coletiva com curadoria de Lauro Cavalcanti teve como questão o diálogo dos artistas convidados com a Coleção Roberto Marinho.

Na instalação Enlace, Elizabeth Jobim escolheu a obra Ripas da artista Ione Saldanha, de 1991, para apresentar junto à sua própria produção.

 

“Elizabeth Jobim identificou nas ripas de Ione Saldanha questões inerentes à sua própria poética pessoal.”

Lauro Cavalcanti

ElizabethJobim∏PatKilgore2021_J3B9800.jpg

Vista da exposição A escolha do artista na Coleção Roberto Marinho, na Casa Roberto Marinho, Rio de Janeiro, 2021.

Foto: Pat Kilgore

ElizabethJobim∏PatKilgore2021_J3B9794.jpg

Vista da exposição A escolha do artista na Coleção Roberto Marinho, na Casa Roberto Marinho, Rio de Janeiro, 2021.

Foto: Pat Kilgore

ElizabethJobim∏PatKilgore2021_J3B9736.jpg

Vista da exposição A escolha do artista na Coleção Roberto Marinho, na Casa Roberto Marinho, Rio de Janeiro, 2021.

Foto: Pat Kilgore

ElizabethJobim∏PatKilgore2021_J3B4007Peq.jpg

Detalhe série Enlace

Foto: Pat Kilgore

ElizabethJobim∏PatKilgore2021_J3B9796.jpg

Vista da exposição A escolha do artista na Coleção Roberto Marinho, na Casa Roberto Marinho, Rio de Janeiro, 2021.

Foto: Pat Kilgore

ElizabethJobim∏PatKilgore2021_J3B9732.jpg

Vista da exposição A escolha do artista na Coleção Roberto Marinho, na Casa Roberto Marinho, Rio de Janeiro, 2021.

Foto: Pat Kilgore

ElizabethJobim∏PatKilgore2021_J3B4069Peq.jpg

Detalhe série Enlace

Foto: Pat Kilgore

ElizabethJobim∏PatKilgore2021_J3B9784.jpg

Vista da exposição A escolha do artista na Coleção Roberto Marinho, na Casa Roberto Marinho, Rio de Janeiro, 2021.

Foto: Pat Kilgore